Como construir uma cultura organizacional forte na sua startup?

É provável que você já tenha ouvido falar que toda empresa precisa ter uma cultura organizacional. E para as startups, isso não é diferente. 

Veja no vídeo abaixo como construir uma cultura organizacional forte na sua startup.


 

Qual a importância da cultura organizacional em uma startup?

A cultura expressa a essência da empresa, como ela é e como conduz o negócio. Ela é importante para guiar e alinhar os comportamentos dos colaboradores. Por isso, ao ser levada a sério, ela é capaz de ter uma grande influência nos resultados corporativos.

Ao abordarmos a cultura organizacional no contexto de uma startup, que normalmente segue um modelo organizacional inovador, desapegado de burocracias e com mudanças constantes, a cultura possui um papel ainda mais estratégico para garantir a consistência no crescimento da organização.

As startups são conhecidas por vivenciarem um crescimento exponencial que, por consequência, leva a um ritmo acelerado de contratações. Através de uma cultura organizacional forte, elas conseguem manter vivo o modo de agir e pensar perante o mercado, assim preservando ativa a essência da startup e entregando o valor contínuo de seus produtos e serviços aos seus clientes.

Como criar e disseminar a cultura na empresa startup?

Antes de tudo, a cultura empresarial precisa ser bem definida através de um alinhamento com as ideias, comportamentos e visões de seus fundadores. Os fundadores criam a cultura organizacional a partir da definição da missão, visão e valores da empresa para assim disseminar a todo o quadro corporativo. 

A disseminação da cultura deve ser transmitida por duas principais frentes: 

  • Departamento de Recursos Humanos: um dos principais promotores da cultura organizacional é o departamento de RH. A área garante o fortalecimento e disseminação da cultura desde o Recrutamento e Seleção, contratando profissionais com fit cultural, bem como desenvolvendo ações que reforçam a cultura através de treinamentos, políticas internas, campanhas, atividades, dinâmicas e muito mais.
  • Liderança: outro promotor importante é a liderança, já que a melhor maneira de fortalecer constantemente uma cultura organizacional é mantê-la presente no dia a dia. Por isso, a liderança que está a frente do negócio se torna responsável pela continuidade da cultura, servindo de exemplo para suas equipes ao promover diariamente os valores, crenças e comportamentos elencados na cultura organizacional. Assim, ao influenciar os colaboradores, todo um ciclo é formado, tornando todo quadro corporativo promotor da cultura da empresa e garantindo, assim, a consistência do negócio.

 Como construir uma cultura organizacional forte na sua startup

Quais componentes que não podem faltar na cultura organizacional de uma empresa? Esses componentes são diferentes no caso da startup?

Uma empresa precisa – em seu processo de fundação – definir claramente a missão, visão, valores e propósito. Essa é a espinha dorsal da cultura empresarial.

Outros componentes também são importantes como: modelo de trabalho, perfil e clima esperado para o ambiente de trabalho, formas de valorização dos colaboradores no dia a dia, diferenciais para retenção de pessoas. Tudo isso compõe uma cultura organizacional forte.

Também é preciso ter claro qual é o perfil de colaborador que a empresa deseja. É necessário pensar além dos requisitos técnicos: quais são as principais características e comportamentos que os colaboradores precisam ter para o sucesso do negócio? 

Para um ambiente inovador e repleto de desafios, como no caso das startups, características profissionais  como: ter senso de dono, boa capacidade em solução de problemas, rápida adaptação a mudanças, criatividade e foco em resultados podem ser bons diferenciais competitivos a se manter no quadro corporativo, para sucesso nos resultados do negócio, manutenção e fortalecimento da cultura empresarial.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *