Fretamento compartilhado: transporte de qualidade com custo acessível

Este artigo é dedicado a gestores e pessoas da área de RH. Vamos analisar as vantagens do fretamento compartilhado, em relação ao convencional, como ele é financeiramente viável para pequenas e médias empresas, e como ele pode reduzir consideravelmente os custos nas grandes corporações.

Muitas vezes, quando se ouve falar em fretado para colaboradores já associamos altos custos para a empresa. Isso não é de se estranhar pois em muitos casos se tem uma baixa ocupação dos veículos, rotas não otimizadas e falta de manutenção nos itinerários. Todos estes itens levam ao desperdício de capital e  inviabilizam o fretado em pequenas e médias empresas.

O fretamento compartilhado é um conceito recente e que veio para reduzir esse desperdício. Esta modalidade pode fazer você reduzir custos e ainda sim proporcionar um transporte de qualidade para seus funcionários. Veja neste artigo como o fretado pode melhorar o dia-a-dia dos seus colaboradores e de sua empresa.

Primeiramente vamos analisar alguns problemas enfrentados por quem oferece o fretamento convencional para seus funcionários.

Fretamento convencional

Pagamento por veículo

As empresas de transporte que fornecem este serviço cobram por veículo disponibilizado, pois é exclusivo. Independente de quantas pessoas você consegue colocar em um veículo, o preço que você pagará vai ser o mesmo. Este é o principal ponto que inviabiliza o fretado para pequenas e médias empresas. Elas não tem funcionários suficiente para preencher um ônibus e acabam pagando pela capacidade ociosa.

Baixa ocupação

Muitas vezes, mesmo que você monte o melhor itinerário possível e possua muitos funcionários, os veículos não andam em sua capacidade máxima.

Itinerários não otimizados

Existem serviços de roteirização para ajudar nesta tarefa, mas é necessário alguém da equipe interna para dar manutenção nas linhas no caso de admissão ou desligamento de colaboradores. Muitas vezes isso acaba ficando em segundo plano e com o tempo as linhas ficam cada vez mais desatualizadas e menos otimizadas.

Muito bem, levantamos aqui alguns pontos importantes do fretamento convencional, vamos agora ver como o fretamento compartilhado resolve estes mesmos problemas.

 

 

Fretamento compartilhado

Pagamento por assento

Neste modelo a empresa só pagará pelos assentos ocupados e não pelo veículo inteiro. O serviço é contratado sob demanda. No caso de admissão a empresa solicita mais assentos e no caso de demissão solicita a retirada de assentos.

Sem preocupação com ocupação

Como o contrato é estabelecido sobre o número de assentos, a empresa não precisará alugar um veículo. Toda essa responsabilidade fica a cargo da gestora do fretado.

Itinerários sempre atualizados

Também não fica mais a cargo da empresa se preocupar com isso. A gestora do fretado manterá a linha com o melhor itinerário possível e irá alocar novos funcionários nas melhores linhas possíveis.

Estas são algumas vantagens do fretamento compartilhado ou fretamento sob demanda. Como nesse molde existe a necessidade de uma gestora, outros serviços podem ser incluídos para desonerar a equipe interna responsável pelo transporte de funcionários. Você terá um custo menor, pois somente arcará com o que de fato for utilizado e ainda não precisará se preocupar com uma série de questões operacionais.

Para empresas que já oferecem o transporte fretado, a economia com o compartilhamento do veículo pode chegar a 30%. Para as pequenas e médias empresas que ainda não oferecem este benefício para os funcionários devido ao custo, o fretado passa agora a ser uma realidade acessível.

Se o fretamento compartilhado faz sentido para sua empresa ou você precisa de ajuda para planejar o transporte de seus colaboradores solicite um contato pelo formulário abaixo ou por este link.

Solicite um contato para entendermos melhor a necessidade da sua empresa.











Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *