Que tal melhorar a performance do RH e de sua empresa?

Normalmente, para saber se uma área da empresa melhorou ou piorou em determinado período, são utilizados indicadores de performance. Isso é fundamental para melhoria contínua da empresa, e a área de RH funciona da mesma maneira.

Neste post vamos falar um pouco sobre métricas importantes para medir a performance do RH. Veremos como melhorar estes números e por consequência como eles vão influenciar positivamente os resultados da empresa e a vida dos seus funcionários.

Gestão do RH
Assim como outras áreas o RH também tem seus indicadores.

 

Indicadores de performance do RH

Levantamos algumas métricas para analisar o desempenho da área de RH. Vamos ver cada uma delas e como medi-las.

Rotatividade (Turnover)

É o fluxo de saída e entrada de funcionários, ou seja, quantas pessoas foram contratadas para substituir pessoas que foram desligadas. Para que uma empresa seja saudável, o ideal é que este volume seja baixo. Existem fatores internos e externos que geram a rotatividade de colaboradores e é dentro dos internos que devemos agir ativamente. Só lembrando que antes de agir é necessário identificar os motivos de saída do pessoal, para isso realize entrevistas de desligamento.

Absenteísmo

Também conhecido como ausentismo, é o número de ausências dos funcionários em determinado período. Este ponto é bastante delicado, pois não podemos atribuí-lo sempre ao colaborador. Como por exemplo em problemas de família ou problemas na locomoção, são fatores que fogem do nosso controle. Independente da causa, a ausência do colaborador prejudica a produtividade da empresa.

Custos

Analisar período a período se houve redução de custos sem perder a qualidade é um ótimo indicador. Este fator pode se melhorado revendo gastos atuais desnecessários e otimizando o custo do que já é oferecido.

 

A bala de prata

Infelizmente não existe bala de prata para melhorar todos estes indicadores, é necessário um trabalho contínuo de ações e análise dos números. Nós sabemos que é mais efetivo prevenir os problemas e tratá-los na raiz do que lidar com eles lá na frente quando o funcionário já está desmotivado e quer deixar a empresa.

Porém, existe um ponto que influencia vários desses indicadores: a maneira como o colaborador se desloca para o trabalho. Nós podemos imaginar, até por experiência própria,  o quanto de estresse as pessoas são submetidas no caminho e quão desgastadas psicologicamente chegam no trabalho. Vamos analisar as três maneiras mais comuns de um colaborar chegar ao trabalho, suas vantagens e desvantagens, tanto para ele quanto para a empresa.

Carro

Sai caro para o colaborador, que ainda pode arcar com despesas de estacionamento e é submetido ao trânsito das grandes cidades. É fácil imaginar uma pessoa estressada no trânsito, inclusive é algo bem comum de se ver. Apesar da flexibilidade a pessoa já chega ao ambiente de trabalho com uma carga de estresse bem grande, o que pode influenciar tanto na sua produtividade quanto no seu desejo de permanecer na empresa. Hoje em dia é cada vez mais comum as pessoas reverem seus empregos e levarem em consideração a proximidade do trabalho.

Trânsito
O trânsito é muito desgastante para quem dirige.

 

Transporte público

É mais em conta, porém causa um cansaço físico e mental enorme. É muito difícil que o funcionário tenha que pegar somente um transporte público para chegar no trabalho, e toda essa movimentação gera um desgaste muito grande. Da mesma maneira que o carro, a pessoa chega no ambiente de trabalho já cansada e desmotivada, além de estar sujeita as greves.

Ônibus lotado
O transporte público pode ser bastante tumultuado.

Fretado

Possui valor acessível e transporta os funcionários com conforto. Normalmente um fretado não passa a mais de 800 metros da casa do colaborador e de sua empresa. Apesar do tempo de viagem um pouco maior que o do carro, quem utiliza o fretado pode fazer  que quiser durante a viagem, como dormir ou mesmo adiantar coisas do trabalho. O funcionário chega ao trabalho muito mais disposto e sempre na hora.

Ônibus fretado
As pessoas no fretado utilizam o tempo de viagem como bem entenderem.

 

O fretado como meio de transporte

Como podemos ver o fretado é uma excelente opção a ser oferecida aos seus funcionários. Além de evitar o desgaste dos colaboradores possui um custo acessível.

Um RH eficiente não está preocupado com a vida do colaborador apenas dentro da empresa. Nós sabemos que o que acontece na vida das pessoas muitas vezes acaba influenciando no ambiente profissional. Utilizando o fretado elas não se preocupam com o transporte para o trabalho e melhor ainda, podem utilizar o tempo da viagem da melhor maneira possível, melhorando sua qualidade de vida.

Proporcionando um deslocamento tranquilo para os funcionários você também irá reter os talentos na sua empresa, diminuindo a rotatividade. Além disso você verá melhoras nos indicadores de assiduidade. Você pode entender com mais detalhes as vantagens do fretado para as empresas clicando aqui.

Quer saber como reduzir custos e aumentar a produtividade dos seus funcionários utilizando o fretado? Solicite um contato que iremos te ajudar, não importa o tamanho da sua empresa ou grupo. Basta utilizar o formulário abaixo, ou se preferir acesse nosso site clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *